“DOBRANDO A CARIOCA AO VIVO”
Zé Renato, Moacyr Luz, Jards Macalé e Guinga


Um encontro de quatro ases da música brasileira. Assim é o grupo “Dobrando a Carioca”, composto pelos músicos Zé Renato, Moacyr Luz, Jards Macalé e Guinga. Trata-se de um projeto que nasceu há dezessete anos numa mesa do centenário Bar Luiz, no Centro do Rio. Ou, como bem definiu Moacyr Luz, é “uma partida entre amigos, todos jogando pro mesmo lado, pro mesmo gol”. Além de Moacyr (voz, violão e percussão), os craques escalados são Zé Renato (voz, violão e percussão), Jards Macalé (voz, violão e percussão) e Guinga (voz e violão).

Em cena, no “DOBRANDO A CARIOCA”, os quatros artistas alternam canções autorais e clássicos como “Um a Zero” (Pixinguinha/Benedito Lacerda/Nelson Angelo), “A saudade mata a gente” (Antônio Almeida/João de Barro), “Acertei no Milhar” (Wilson Batista/Geraldo Pereira) e “Nega Dina” (Zé Keti) .

É esse show de grandes encontros musicais que os artistas apresentarão no III SJR Jazz e Blues Festival. No evento o Dobrando a Carioca se apresentará com a seguinte formação: Zé Renato (voz, violão e tamborim), Moacyr Luz (voz e violão) e Jards Macalé (voz, violão e percussão).

Guinga - é carioca da zona norte do Rio de Janeiro, o bairro de Madureira onde nasceu em 1950. Foi por cinco anos aluno de violão clássico de Jodacil Damasceno. Começou a compor aos 16 anos. Trabalhou profissionalmente como violonista, acompanhando artistas como Clara Nunes, Beth Carvalho, Alaíde Costa, Cartola e João Nogueira. Teve inúmeras de suas músicas gravadas por músicos como Elis Regina, Michel Legrand, Sérgio Mendes, Leila Pinheiro, Chico Buarque, Clara Nunes, Ivan Lins, Maria João, Mônica Salmaso e tantos outros.

Moacyr Luz- compositor carioca com 11 discos lançados e cerca de 200 músicas gravadas por artistas como Zeca Pagodinho, Martinho da Vila, Beth Carvalho e Maria Bethânia. Entre seus parceiros principais estão: Aldir Blanc, Paulo Cesar Pinheiro, Herminio Bello de Carvalho e Sereno. Criador do Samba do Trabalhador, tradicional roda de samba, e nomeado em 2016 pelo Prêmio da Música Brasileira como o melhor grupo do ano, tem quase 40 anos de carreira, diversificando seu trabalho com crônicas em jornais e livros publicados.

Zé Renato- cantor, compositor e violonista, capixaba criado no Rio de Janeiro, tem 21 cds gravados, além dos cds com o grupo Boca Livre, Banda Zil e seus projetos infantis (Samba pras crianças e Forró pras crianças). Ganhador de vários prêmios e, primando pela sofisticação de produção e repertório, consolidou-se no primeiro time de intérpretes brasileiros. Algumas de suas canções foram gravadas por artistas como Jon Anderson (banda YES), Milton Nascimento, Joyce, Zizi Possi, Leila Pinheiro, Lulu Santos, Nana Caymmi, MPB4 e Boca Livre, entre outros.

Jards Macalé sempre esteve ligado aos principais nomes da vanguarda cultural. Parceiro musical de poetas, cineastas e artistas plásticos, violonista primoroso, sua obra se mantém atual e é cada vez mais valorizada em remasterizações e reedições, conquistando novas gerações. Cresceu em Ipanema, formou grupos musicais na adolescência e se tornou diretor musical de vários shows. Maria Bethânia, Gal Costa, Nara Leão e Elizeth Cardoso são alguns exemplos de intérpretes que gravaram sua obra.

Redes sociais dos músicos do Dobrando a Carioca:

http://www.guinga.com

http://moacyrluz.com.br

http://zerenato.com.br

http://www.jardsmacale.com.br

Todos os direitos reservados a São José de Ribamar Jazz & Blues Festival 2016.